Bem-vindo ao Website Corporativo Belimo.
Fique no site global ou selecione um site regional abaixo.
Escolha sua localização

Qualidade do ar interno

Soluções AVAC para um ar interno saudável e eficiência energética

Por favor aceite preferências-cookies para assistir a este vídeo.

 

Todos nós passamos uma parte significativa de nossas vidas dentro de casa ou escritório, mas com que frequência consideramos o impacto que a qualidade do ar interno (QAI) tem em nossa produtividade, bem-estar ou saúde? Os sistemas AVAC são freqüentemente instalados para ajudar a manter os níveis de conforto do edifício, mas os benefícios para a saúde dos ocupantes e a eficiência energética de um empreendimento são geralmente menos compreendidos. As unidades centrais de tratamento de ar (AHU) podem ser usadas para cuidar tanto dos problemas de sustentabilidade quanto de qualidade do ar interno em simultâneo. A Belimo fornece uma gama de soluções inovadoras para otimizar o monitoramento e controle dos sistemas AVAC e de qualidade do ar interno. Nossa abordagem, os "Sete fatores essenciais de um ar interno saudável", fornece informações valiosas sobre a forma como os dispositivos AVAC podem contribuir para a qualidade do ar interno nos edifícios sem comprometer a eficiência energética.

Resumimos o tópico em uma brochura com contribuições de especialistas em qualidade do ar interno. Aproveite a leitura:

Informações gerais sobre a qualidade do ar interno

Indicadores importantes da qualidade do ar interno

Umidade

A umidade é a medida da umidade no ar, e deve ser mantida entre 40-60% de umidade relativa para um conforto ideal. No entanto, uma umidade abaixo disso pode causar o ressecamento da pele, dos olhos ou do trato respiratório, enquanto a umidade excessiva pode facilitar o aparecimento de mofo. 

Dióxido de carbono (CO2)

A concentração interna de CO2 muitas vezes está relacionada ao nível de ocupação ou atividade em um espaço fechado. Com uma concentração superior a 1.000 ppm, os ocupantes começarão a ter uma queda na produtividade e, mais importante ainda, pode resultar em sérias complicações de saúde.  

Temperatura

A temperatura está muitas vezes intimamente ligada à umidade e afeta o bem-estar geral, a produtividade e a saúde. A temperatura ambiente ideal é frequentemente subjetiva, mas também é afetada pelos níveis de atividade, ocupação do espaço, umidade e velocidade do ar. 

Velocidade do ar

A velocidade do ar pode ter grande impacto na temperatura e conforto dos espaços internos, com maior velocidade aumentando a troca de calor entre as pessoas e o ar ao redor. Em contrapartida, um fluxo de ar insuficiente pode permitir o acúmulo de contaminantes transportados pelo ar, tais como VOCs.

Compostos orgânicos voláteis (VOCs)

Os VOCs são compostos orgânicos, contendo carbono, que podem evaporar à temperatura ambiente. Há muitas fontes internas de VOCs potencialmente nocivos, incluindo produtos de limpeza, tintas, amaciantes, impressoras e adesivos. 
 

Partículas em suspensão

Partículas microscópicas sólidas ou líquidas podem ficar suspensas no ar de fontes como pólen, poeira e esporos de mofo. Estas partículas finas podem entrar em nossos pulmões, causando reações alérgicas, irritação ou infecções.
 

 

Vídeos sobre qualidade do ar interno

Os sistemas AVAC de alto desempenho conseguem um ambiente interno saudável graças à alimentação de ar externo, filtragem e controle de umidade. Contribuir para a qualidade do ar interno é uma de nossas responsabilidades.
Lars van der Haegen
CEO da Belimo

Seu parceiro de qualidade do ar interno

A Belimo promete ser um parceiro confiável na qualidade do ar interno e fornecer soluções de AVAC confiáveis e eficientes em termos energéticos que proporcionam conforto, segurança e alto desempenho do sistema de alta qualidade. Trabalhamos junto com nossos clientes como uma equipe para fornecer resultados que atendam às necessidades de cada projeto - seja ele grande ou pequeno. Esta abordagem colaborativa é uma das muitas razões pelas quais nos tornamos um nome de confiança em todo o mundo e um líder de mercado em dispositivos de campo de AVAC.

Produtos para uma melhor qualidade do ar interno

Garantir a qualidade do ar interno requer uma abordagem multifacetada. Além do design preciso do sistema e da manutenção regular, produtos confiáveis que podem ser perfeitamente integrados aos Sistemas de Gerenciamento Predial e à plataforma IoT são essenciais. A Belimo oferece uma gama completa e inovadora de dispositivos de campo AVAC para manter a qualidade do ar interno saudável sem comprometer a eficiência energética.

Descubra produtos para uma qualidade do ar interno saudável:

Sensores do canal
da qualidade
do ar interno
Medição de temperatura,
umidade, entalpia,
ponto de orvalho,
CO2,e VOC
  • Instalação rápida e sem erros
  • Alta precisão e rápida reação
  • Fiável e estável a longo prazo
  • Alta robustez e classificação
    de proteção NEMA 4X e IP65
Comprar sensores
de pressão
Sensores de ambiente Medição de temperatura,
umidade, ponto
de orvalho e CO2
  • Design estético e experiência
    de usuário extraordinária
  • Instalação rápida e sem erros
  • Comissionamento e diagnóstico
    via smartphone
  • Alta precisão e rápida reação
  • Fiável e estável a longo prazo
Comprar sensores
de ambiente
Sensores de pressão
do ar e interruptores
Medição de
pressão diferencial
e fluxo volumétrico
  • Sensores de pressão
    diferencial simples e duplos
  • Excelente estabilidade
    de ponto zero e alta precisão
  • Opção de zero automático
    ou calibração manual
  • Oito faixas de pressão
    selecionáveis no campo
    em uma só unidade
Comprar sensores
de pressão e interruptores
Soluções VAV Medição e controle
de fluxo volumétrico
  • Medição precisa
    da pressão diferencial
    e controle do fluxo
    volumétrico mais baixo
  • Comissionamento e
    diagnóstico
    via smartphone
  • Opção de dispositivo
    compacto ou modular
  • Integração perfeita
    do sistema de
    gerenciamento predial
Comprar solução
VAV
Atuadores para damper Motorização de
dampers de ar
  • Faixa de torque completa
  • Baixo consumo de energia
  • Entradas para digitalização
    de medições do sensor
  • Alta robustez
    e classificação de
    proteção até NEMA 4X
    e IP66/67
Comprar atuadores
para damper
Energy Valve Medição de energia
certificada e controles
controls
  • Medição de energia
    certificada MID e fluxo
    independente de pressão,
    eficiência energética,
    controle de potência
    e gerenciamento da
    diferença de temperatura
    em um só dispositivo.
  • Fluxos de trabalho
    de comissionamento
    digital graças ao suporte
    do aplicativo e da
    ferramenta Web
  • Medição patenteada
    de glicol e compensação
    ou alarme de glicol
    para versões MID
Comprar
Energy Valves

Caso de sucesso

Controle de Qualidade do Ar Interno sem esforço com IoTs

Emch+Berger ImmoConsult AG, Zurique (Suíça)

Em 2020, a empresa imobiliária Emch+Berger ImmoConsult AG precisava de uma solução moderna para controlar a qualidade do ar interno com sistemas de AVAC nos novos escritórios em Zurique. Descubra como os componentes de AVAC da Belimo foram instalados com suporte para automação predial sem problemas, criando um ambiente de trabalho confortável.

 

Uma experiência individualizada do paciente

Hospital Universitário, Zurique (Suíça)
Em 2019, o Hospital Universitário de Zurique (UHZ) encomendou um edifício temporário com alas especializadas em queimaduras. A empresa queria equipar cada sala com loops de controle separados para permitir o ajuste individual de umidade e temperatura para atender às necessidades de cada paciente. Descubra como a instalação de componentes Belimo conseguiu isso sob pressão do tempo e outros desafios de um ambiente hospitalar.

O futuro do conforto no mundo virtual

Liuzhou SoReal Spiral Paradise (China)

Durante o desenvolvimento, o primeiro parque temático de realidade virtual (VR) no sul da China enfrentou o desafio de manter a qualidade do ar interno para todos os visitantes em suas arenas ativas. Em vez de encerrar o jogo, a empresa se nivelou instalando mais de 100 sensores Belimo e energy valves como parte de um sistema AVAC de última geração, permitindo que os parâmetros do sistema fossem ajustados às flutuações no volume de pessoas e no nível de atividade. Isso permitiu o controle dinâmico da qualidade do ar, eficiência energética e conforto térmico em todo o edifício.

FAQ

A maioria das pessoas passa aproximadamente 90% do seu tempo em ambientes fechados e respira 12.000 litros de ar por dia. Por isso, é importante entender a poderosa influência que a qualidade do ar interno exerce sobre o nosso bem-estar.

O "ponto ideal" para a umidade do ar interno é entre 40 e 60%, pois isso reduz drasticamente o risco de transmissão de doenças e permite que o corpo se recupere e proteja melhor.

Com uma umidade do ar abaixo de 40%, as gotículas de água com vírus se tornam menores e podem percorrer grandes escritórios abertos e sobreviver por horas. Além disso, muitas bactérias e vírus se tornam mais virulentos quando expostos ao ar seco. Se a umidade relativa interior for abaixo de 60%, começam a surgir bolor e mofo, que podem causar problemas de saúde.

Concentrações de CO2 superiores a 1000 ppm (partes por milhão) diminuem a capacidade de concentração do cérebro; a partir de 2000 ppm ou mais, isso pode ocasionar fadiga ou mesmo dores de cabeça. O nível de CO2 no ar interno é um excelente indicador de utilização do espaço e ocupação e, por isso, uma forma indireta de determinar a potencial bio-contaminação com o vírus da COVID-19, por exemplo. Se o valor de CO2 for alto devido ao aumento da ocupação e à limitada troca de ar, existe um alto risco potencial de aerossóis infecciosos.

Dado que a circulação de ar não filtra o ar nem fornece ar puro à sala, essa também não é uma boa solução. Pelo contrário, fortes movimentos de ar não filtrado espalham ainda mais partículas e patogêneos no espaço. É necessário um sistema de ventilação com ar-condicionado central para fornecer ar puro, filtrado e condicionado às zonas.

Normalmente, unidades de tratamento de ar fornecem ar a várias zonas de um edifício. É importante que cada sala receba a quantidade exata de ar puro de que precisa. Se o número de pessoas em uma sala aumentar, por exemplo, em uma sala de reuniões maior, seria de se esperar que a alimentação de ar aumentasse proporcionalmente. Da mesma forma, o ar poluído também deve ser removido da sala. Para garantir isso, as zonas e as salas devem ser supridas individualmente com um volume de ar variável (VAV) baseado em medições da qualidade do ar.

O ar poluído e contaminado deve ser removido da sala. É importante que cada sala receba a quantidade exata de ar puro de que precisa para evitar um aumento da concentração de aerossóis infecciosos. Para garantir isso, as zonas e as salas devem ser supridas individualmente com volume de ar variável (VAV).

Para evitar a entrada de contaminantes em espaços internos por meio de canais do ar de alimentação, devem ser integrados filtros adequados na unidade de tratamento de ar, que devem ser substituídos quando a contaminação do filtro aumentar. É possível usar sensores de pressão e medições dinâmicas do fluxo de ar para medir o nível de uso ou contaminação dos filtros.

As unidades de tratamento de ar e os sistemas de distribuição de ar centrais podem controlar centralmente a qualidade do ar fornecido a qualquer momento. Os sensores de temperatura, umidade e qualidade do ar medem de forma permanente as condições do ar fornecido e os desvios são instantaneamente detectados e corrigidos.

A qualidade do ar interno pode ser medida na sala ou no canal do ar de (retorno) extração. A medição do ar de insuflamento não reflete a situação da qualidade do ar interno na sala, mas sim do ar puro e condicionado fornecido pela unidade de tratamento de ar.

Se a qualidade do ar interno for medida na sala, é preciso prestar atenção ao local de montagem para garantir uma medição adequada e correta. A instalação deve estar a uma altura aproximada de 1,5 m e ficar a uma distância mínima de 50 cm da parede adjacente. Não deve ficar exposta a luz solar direta nem montada em paredes externas. Além disso, evite instalações acima de radiadores, diretamente adjacentes a portas, em recantos (por exemplo, prateleiras) e atrás de cortinas.

Como alternativa, a medição pode ser realizada no canal que extrai o ar usado da sala. Embora a colocação correta de um sensor de ambiente exija mais atenção, a vantagem sobre um sensor do canal é que, graças à sua exposição para os ocupantes, ele permite um feedback direto, visual, térmico e da qualidade do ar interno por meio de um display ou de uma indicação de semáforo.

Em sistemas com volumes de ar variáveis para ventilação controlada por demanda, a pressão diferencial flutua de acordo com o fluxo de ar. Nesta situação, um interruptor de pressão não é adequado para monitorar o status do filtro; a solução adequada é um sensor de pressão diferencial do ar. Os interruptores de pressão do ar são uma maneira econômica e confiável de monitorar filtros em sistemas com fluxo de volume de ar constante.

Participe de nosso treinamento e webinars sobre a qualidade do ar interno

Os nossos webinars e programas de treinamento de AVAC têm como objetivo ampliar os conhecimentos dos técnicos de serviços experientes, gestores de instalações, distribuidores, instaladores de controles e proprietários de edifícios sobre problemas reais e soluções de qualidade do ar interno, bem como sobre a importância da saúde dos ocupantes e de um desempenho eficiente do sistema. Nossas ofertas são distribuídas e realizadas em todo o mundo.

Mais tópicos de qualidade do ar interno

Tem mais perguntas sobre a qualidade do ar interno?